konami-PES2018

McLaren, Honda, PES, FOX Engine, Windsor. Que tem a ver?

McLaren, Honda, PES, FOX Engine, Windsor. Que tem a ver? Muito. Para muitos fãs de PES, que entendem japoneses como o cúmulo da objetividade e não acreditam na incapacidade deles de entender que coisas erradas tem de ser consertadas de imediato e não de ciclo em ciclo, aqui vai um exemplo ainda mais grave de como é duro trabalhar com eles.

Honda RA617H Power Unit e FOX Engine são a mesma MER-DA

O blog Grande Prêmio, do UOL, neste LINK AQUI, mostra o desespero de Zak Brown, diretor-executivo da McLaren, com a teimosia dos japoneses. Fernando Alonso, o melhor piloto da atualidade vai embora pois sabe que nada mudará antes de 2019.

Julien Merceron foi embora pois nada mudaria, e não mudou. James Cox meteu o pé… e o Staunton já está repensando se foi bom negócio se juntar a KONAMI. Quando um cara sai de um estúdio micro como a FTouch e vai pra KONAMI — e já pensa em sair, daí já se tira conclusões.

E ele (o Alonso) não quer passar outro ano passando vergonha — e nos planos da montadora de Sakura, quatro anos, são quatros anos. Só depois vão ver se deve-se ou não mexer em time que está ganhando ou perdendo.

Pra quem gosta de Formula 1, veja a situação vexatória da McLaren e o silêncio irritante da Honda que não admite o erro. Mas isso é o modus-operandi dos japas: não tá contente? Vai embora.

E sim, já pra encurtar o assunto: é por isso que recusei o cargo de Community Manager Latin America em 2015. Não me faz falta os 780 dólares mensais (fora impostos), e me faria muita falta deitar a cabeça no travesseiro em paz.

Se eu tivesse o poder de ir até o Japão e impor as ideias e desejos da Comunidade… OK, mas isso é falácia. Você é pago para mentir, iludir os fãs. Ninguém sequer entra na Power Unit 8 em Roppongi. Se o Bhatti quer continuar mentindo e vivendo o mundo bobinho del (pero no mucho), azar o de vocês, não dele — e depois explico por… que.

E sim, repito, por meio da agência de publicidade que cuidava da conta da KONAMI nas Américas, recebi o convite para junto do Robbye Ron (não vou fazer a piada de novo pois vão me chamar de xenófobo, mas que parece, parece…).

Não, obrigado. Não dessa forma, não com essas pessoas.

Eu teria de ser o palhaço que a partir de Agosto teria de explicar todas as coisas ruins que acontecem com a franquia e tentar iludir o que restou dos fãs com promessas para PES 2016, PES 2017 e PES 2018.

Para não tomar um processo de mais de 68 mil reais por quebra de direitos autorais, não posso por vontade própria printar ou gravar o game que já está em minhas mãos, com diversos slots vazios — aqueles com times ou estádios que tudo depende da KONAMI conseguir ou não acelerar os terceirizados que estão finalizando os kits de times de PES 2018.

Na verdade, um PES 2015 com 9 Data Packs e diversos patches; uma vergonha. Um game decente, mas é o mesmo PES 2015 apenas semi-lapidado.

PES 2018 pouco difere de PES 2017, PES 2016 ou PES 2015. Remolde do CO-OP e novas cutscenes para a Master League. Pouco, muito pouca coisa para um game que agoniza na praia.

Eu se fosse Adam Bhatti, Bronzoni e companhia, sumiria do mapa após sair da KONAMI, como fez Jon Murphy. É ter de carregar o saco de mentiras nas costas Ad infinitum, Ad eternum.

Japoneses um dia foram os ícones do mercado e indústria de games. Hoje, são a vergonha. O fundo do grid de um campeonato de Formula 1.

Diz pra eles, Zak.

Até japoneses ocidentalizados com a nova forma de trabalhar como Shinji Hirano, Keiji Inafune e Shu Yoshida dizem para os fãs: ou muda, ou morre. O japonês prefere morrer abraçado as suas convicções.

Olhem esta notícia aqui neste LINK. Sério?

No caso da McLaren, antes de perder mais patrocinadores ou gente que só se associará a equipe se ela abandonar a Honda e os japoneses, ela prefere pagar a multa e esquecer a Honda. Os dois caminhos novos são alemães: Mercedes ou Audi. Como a Audi é novata, melhor seguir no segundo escalão da equipe de Stuttgart e remar. Nada pode ser pior que continuar dependente dos japoneses que pararam nos anos 90. NA-DA.

Parece que não foi só a Honda que parou de produzir Power Units de responsa para carros de Formula 1. Nenhuma empresa japonesa atualmente trabalha com componentes nacionais. A defasagem é terrível e desesperadora.

Quando tive a chance de perguntar a Yoshikatsu Ogihara porque essa decadência de quem fez Winning Eleven um dia grande e majestoso, eis a resposta, traduzida pela intérprete num bar do Jardins em São Paulo, no lançamento de PES 2015: too old chaps, unfortunately. So the magic is forever forgotten.

‘Gente velha, cabeça fechada. A antiga magia (o espírito de Winning Eleven) morreu.’

Agora, me peçam para ter esperança em relação a PES 2018.

Chris Staunton mal começou e já está relutante em continuar. Isso, de um cara que trabalhou no Japão seis anos e fez de Monster Hunter Generations, um produto palatável para o Ocidente.

Por aí, você já vê como é duro trabalhar com esses caras que um dia foram inovadores; hoje são imbecis, arrogantes e tal como os russos da Lada, que um dia imaginaram suas lata velhas no BIG 4 das produtoras de veículos — tão inócuos como uma Polaroid em tempos de Smartphones.

A FOX Engine é uma bosta, Windsor foi um erro, mas não o maior deles. Fechar o ninho do mal do Bhatti na Inglaterra é bom, mas não o suficiente. Bhatti no fundo é só um ‘moleque de 40 anos’ que por ser muçulmano — sofreu muito na infância e adolescência em Manchester, onde o preconceito contra paquistaneses sempre foi brutal.

Pra piorar, tem um irmão, Mohammed Zahid Bhatti – presidiário por bater diversos vezes na mulher e na ex-noiva. Ah, e sequestro, e abuso sexual. Gente boa.

LINK AQUI

Então… de 2001 a 2009 os japoneses tentaram com a Toyota F1 Racing voltar aos dias de glória dos anos 80 e começo dos anos 90. Eis que a tecnologia muda, os tempos mudam, novas formas de ser e fazer as coisa surgem, mas os japoneses parecem destinados a dar cabeçadas em ponta de faca.

Murros não são o suficiente. Pra salvar a Nissan, o brasileiro Carlos Ghosn fez da Renault–Nissan Alliance, um modelo que moldou o presente de sucesso da Toyota e da Mitsubishi Motors Corporation.

Foi duro, mas Ghosn conseguiu tirar dos japoneses a palavra final sobre projetos, sobre o futuro das companhias.

Em suma, a Toyota gastou mais de 1 bilhão e fez feio na Formula 1.

Em suma parte 2? O Honda RA617H Power Unit que… perdão o termo: move a McLaren este ano, seria a FOX Engine dos games.

Lixo.

Porra Paulo, você está vendendo PES 2018 e falando mal do produto?

Não. Só estou sendo honesto. PES 2018 é um PES 2015/17 melhorado. Ok pra você? Então ótimo, se quiser, o game está já em pré-venda. Mas não quero ser o cara que em Setembro estará ouvindo merda dos fãs dizendo que mais uma vez foram enganados.

Quem gosta de enganar os fãs de PES no Brasil é o André Bronzoni. E entendo ele: há contas a pagar. Ele nunca gostou de futebol e jamais havia tido contato com o meio antes de trabalhar com a KONAMI.

Até hoje duvido que saiba chutar uma bola. Nisso pelo menos o Bhatti é coerente. É fã de PES/WE desde 2000 e tem longa história de relacionamento com o jogo.

Até 2012 o Bronzoni nem sabia o que era Pro Evolution Soccer.

Poor Alonso, poor PES fans. Japoneses filhos da puta.

31 comments

  1. Paulo, o que vc gostaria que tivesse no PES para ai sim elogiar o game, o desenvolvimento, os japoneses? Poderia fazer artigo sobre isso e detalhar? Não me leve a mal, mas mesmo com muita falta de conteúdo, ainda ácho dentro de campo que esse (2017) é o melhor PES depois do PES 2013. (não entro em comparação com os PEs 5 e 6, que estão em um nivél de excelência 🙂 )

  2. Vamos começar por foder o Pauzinho e o Jotazinho…
    https://www.youtube.com/watch?v=4YXU8-zEq8o

    É só ver que a E GAY Sports se fudeu bem no rabo de vocês todos seus fanboys!
    Este ano o PES vai reinar com tudo isto vocês comeram no rabo e bem no fundo.
    FIFA têm licenças mas jogabilidade ultrapassou a cabeça de vocês todos, e ainda por cima NEXT-GEN no PC!
    Agora é que vai ser… o choro é livre não é?
    Este ano vão ter que se ferrar muito porque não vão poder rodar estes jogos novos no PC, só podem usar o Gaystation 4 que é super inferior ao PC.
    Este ano estão com o pau grosso no cu!

    1. Alguém lê as pornografias que esse cara fala aqui? Toda vez que venho lê os comentários, é só explosão de raiva, cadê o conteúdo cara?

  3. Paulo e a konami quais os planos da empresa pro campeonato brasileiro? vai ser a mesa porcaria do Pes 2017 ou seja elencos zoados genéricos cheios de malafaia X correa Nogueira ?
    Ou faz o serviço direito ou não faz pô !!

  4. Principais modders de FIFA do soccergaming (famosos site de edição do FIFA) estão ido para modd o PEs 2018 no pc…não deve ser por acaso…

  5. Paulo porque você não cria um blog sobre a segunda guerra mundial ? contando as histórias e as polêmicas da 2GM ? seria muito bacana eu sempre quis saber se a história do Solomon Perel é verdadeira.

    1. Silveira, a história do Solomon Perel é verdadeira sim. Quem lhe fala sou eu Pablo Maranello, filósofo e pós doutor em História e Geopolítica em Harward.

  6. leo jaime
    26/09/2013 at 22:38
    Seu texto é muito mal escrito, suas idéias são postas de uma maneira muito pouco elegantes e são extremamente superficiais.

    Responder

    Paulo Ghiraldelli
    27/09/2013 at 02:14
    Não, Leo ou arthur, meu texto é bem escrito, minhas ideias são ótimas e corretas, e minha abordagem é na medida certa. O que ocorre é que o texto é feito para quem ao menos fez o ensino médio. Não deu para você. Não tente vir aqui mais, nenhum texto aqui pode ser absorvido por desescolarizados.

  7. Puta merda, esses comments tão muito retardados. Tudo oque o Paulo falou é verdade, n tem nada de errado. O erro dele é ficar batendo em pedra dura que daqui muitos anos vai furar kkkk

      1. Cookie, eu te desafio publicamente a provar que eu pratico pedofilia!!!!
        E para seu governo, pedofilia não é crime!!!!

        1. Meu governo, mas que idiota que tu és.
          No meu país essa pratica é logo cadeia imediata, não é como Brasil o teu pais #osta que gosta de dar a #unda até com criança de menos de um ano!
          Vai dar banho ao teu cão.

  8. Sobre Rogério Ceni:


    Filósofo Paulo Ghiraldelli
    4 h ·
    SANTO DA CASA NÃO FAZ MILAGRE. Rogério Ceni é bom técnico. Mas não lhe deram um time, e sim um catado. Por quê? Porque ele era “da casa”. É sempre fácil não dar o que a pessoa pede quando ela é “da casa”. Muitos administram famílias, empresas e tudo o mais assim: para os estrangeiros, tudo, para os que já se sacrificam aqui, os “de casa”, nada.
    1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *