winning-eleven-pro-evolution-soccer-PES2018

Morre PES, volta Winning Eleven. É o ciclo da vida na KONAMI pós-2017

Tudo não precisa estra 100% errado ou fora dos trilhos para se dar um restart na vida, em projetos, em negócios, em Winning Eleven. Mas se um produto seu encaminha para o 5º ano consecutivo de quedas em vendas, praticamente some do mapa no mercado que mais interessa: a Europa, e não consegue morder um naco dos 3.6 milhões fãs de games de futebol na América do Norte, então é sim hora de mudar de rumos.

A KONAMI, como o próprio Adam Bhatti admite em seu Twitter, cada vez mais grosseiro e desinteressado – manteve um projeto de 3 anos que se encerra agora em Dezembro na temida reunião que decidirá o futuro de Pro Evolution Soccer.

A KONAMI enxerga futuro além da PES LEAGUE, grande futuro no Mobile, mas não nos consoles e PC no formato atual.

Aqui não sejamos hipócritas, se ano após ano você vê seu mercado ser reduzido a menos de 15% das vendas globais, é complicado dizer para os investidores que agora, os novos contratados poderão fazer uma imersão mais completa e profunda para competir com FIFA.

This ship has sailed boy

O que devemos esperar então? Que esse PES 2018 que é fruto de três anos de trabalho de diversos estúdios independentes que auxiliaram os japoneses durante essa briga Kojima-KONAMI, que jamais facilitou para a equipe de PES e reconhecidamente é um hater de PES, é o canto do cisne?

Lógico que não. O que fica provado por A + B com PES 2018 é que essa terceirização do game foi demorada, dificultada, mas gerou um game superior a PES 2013 que tanto sentimos falta, mas ainda BEM inferior a FIFA.

Ao menos por enquanto.

Estranha o fato da KONAMI demitir praticamente toda a equipe Ocidental do PES Team e querer uma remontada com gente que ainda nem assumiu seus cargos na empresa. Ter Adam Bhatti e André Bronzoni fora é uma benção, mas tenho meus temores já que todos os novos contratados tem origem em games mobile de sucesso (exceção feita ao pessoal da Over the Top Games España) que já cria para o PES Team desde PES 2012.

Chris Staunton foi o mentor de Dream League Soccer e agora é cotadíssimo para assumir o lugar deixado pelo Erik Bladinieres na questão de licenciamentos.

Aliás, o cara é das antigas e nos ajuda a resolver a seguinte dúvida: a tal lista vazada pelo excelente NocturnoV é real, mas faltando alguns times e com uma licença em andamento para a versão mobile de PES 2018: a CONCACAF Champions League.

Não se iludam, essa licença é apenas para a versão mobile do game, pelo menos pelos próximos 6 meses.

Sobe 5 desce 2, a KONAMI acerta em terceirizar o game. Mesmo que haja uma severa demora em trazer um produto da qualidade de PES 2018, mas não passa a vergonha que passou com PES 2014, PES 2015, PES 2016 e PES 2017. Hype idiota e exagerado de Março a Agosto, chega um jogo merda, promessas de melhorias e todo mundo esquece o que falou.

Enfim.

PES 2018 é um capítulo final de um livro, não de um projeto. Restará saber qual caminho esse capítulo final indica.

Com o sucesso que vem sendo PES 2017 Mobile, que pela primeira vez supera a marca de 4 milhões de downloads (jogadores ativos pelo menos 55 minutos por dia) após 30 dias do game baixado, a KONAMI terá mais de mil razões para sim, querer de imediato a troca de comando para o próximo triênio, e que este comando mostre por A + B + C, que é possível integrar o sucesso de seus produtos mobile para as versões console e PC.

É possível, tem dinheiro para isso, mas precisa parar de gastar dinheiro errado. Leia o próximo post e tente discordar.

7 comments

  1. O Twitter do OfficialPES é bem pior do que esperamos, todos os dias sempre a cantar, já falta 3 dias, só faltam 2 dias. Está quase. Porque é que no te callas? Era bem preciso isso. Quando os fans reclamam eles não falam, mas quando o jogo toca eles fazem spam não entendo esta empresa. Agora querem fazer mal novamente ao Kojima, pois é Konami Tears o Kojima não vai dar bola para eles e vai continuar a beber chã japonês. 😀

  2. Camp Nou segue exclusivo da Konami! #PES2018

    Atlético de Madid continua licenciado por completo em #PES 2018…com a possibilidade de uma grande surpresa…

  3. por favor otarios fas de futebol virtual po,entendan que eles que produzen o pes pouco se lixam pros jogadores q lançou o jogo os otarios fazem fila pra compra , e depois fican reclamando nas redes sociais kkkkkkk toxas180rs ps3 xbox ,,,,,,,,,pc ps4 e one 220rs ta bom pra vcs otarios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *