pes2018-myclub-barcelona

Review da DEMO E3 2017. Não vos enganeis, para em Setembro não ficares frustrado.

Julgar uma demo de um game, PES 2018, que pouco mudou nos últimos três anos e que agora forma uma nova equipe para o próximo triênio, já sabendo que após a aposta cretina em Premium Partners com Barcelona, Borussia Dortmund e Liverpool ter dado com os burros n’água; é no mínimo estúpido.

PES 2018 ainda é um produto preso ao Barcelona, foi uma escolha errada, mas dizem que entre errar por ação e errar por omissão, melhor errar por ação, então daremos este crédito a KONAMI.

Em busca de felicidade e ‘tesouros escondidos’ na demo da E3 2017 PES 2018

É sério? Você está comemorando gandulas que aparecem em determinados estádios, mais propriamente Camp Nou, Anfield e Signal Iduna Park. Sua comemoração é a vinda do Wanda Metropolitano do Atlético de Madrid?

Que vi imbecil dizer que MAL EXISTE. O estádio Wanda Metropolitano é o antigo Estadio La Peineta, que teve sua capacidade ampliada para 72 mil pessoas e custos mais amenos, com cadeiras e camarotes mais humildes — justamente para a torcida do ‘Atléti’, considerada povão e que não aceita ingressos de arquibancada a mais de 50 euros num país com 20% de desemprego ou mais.

Os do Real Madrid por exemplo, clube da elite – mesmo em pontos semi-cegos do Bernabéu, custam 108 euros/média para partidas menores da La Liga ou Copa del Rey.

No Wanda, há cerca de 6 mil ingressos que custarão entre 500 euros e 1200 euros, os Premium Seats co-Patrocinados pelo Dalian Wanda Group, donos de 20% do clube até o fim desta temporada e serão donos de 51% do clube após a temporada 2018-19.

Então antes de falar merda, procure se informar. O estádio está pronto e passa por testes de segurança após o setor sul das arquibancadas no anel inferior apresentar rachaduras. O Wanda está apto a receber partidas desde Abril, e parte do estádio não terá assentos lombares para os ‘Colchoneros’, que a pedidos deles mesmos, gostam de ver o jogo de pé atrás dos gols no anel superior, igual ao Morumbi.

Faces reais nos ‘cards’ do MyClub? Comemorar isso? Jesus do céu.

O novo Real Racing a ser lançado no fim do ano, um game mobile, com uma engine trocentas vezes menos potente oferecerá scenes que dificilmente passam por imagens computadorizadas tamanho o realismo, de grandes lendas do automobilismo em mais de 100 animações com suas equipes, com outros pilotos, negociação de contratos com escuderias, patrocinadores e tantas coisas mais.

Sério que é pra comemorar que só em PES 2018 teremos faces reais dos jogadores nos cards e huds? Depois eu sou o do contra, mas se você curte ser tratado como palhaço, it’s up to you kid.

Não é de PES 2018 que eu vou cobrar o que prometem, é da nova equipe que assume em Dezembro. Bhatti e companhia não tem culpa de nada além de serem idiotas com as Comunidades, não apitam porra nenhuma. Mas se ele ou o Bronzoni tivessem moral, conseguiriam junto ao PES Team no Japão, explicar o que as comunidades desejam.

Acha mesmo que o Manorito Hosoda ou o Kei Masuda param pra ouvir estes caras? Piada.

Numa geral, não há nada para se comemorar ou criticar nessa demo. A jogabilidade (movimentos dos jogadores) ainda é semi-robótica, não adianta, a FOX Engine não foi feita para 64 movimentos ‘corporais’ em 360º ou coisa que o valha. E isso é necessário para um game de esportes — necessário não: imprescindível.

Opinião de quem jogou o game na E3 2017

O tal Total Control (Mass Defence, é o nome da função) que implica em dar uma espécie de efeito Homem Aranha ao jogador: my Spider-Sense is tingling, I’ve got a bad feeling about this — pode ser problemático.

O adversário penetrou numa zona de proximidade onde é possível roubar a bola ‘de mim’. Nisso, a IA gera uma espécie de escudo a favor de quem está com a bola, dificultando light tackles, carrinhos e empurrões.

Isso já ocorria no PES 2014 e sabemos o resultado… protegia-se a bola com o R1 e direcional oposto ao adversário, girava-se e lançamento pro atacante correr com o freio de mão puxado pois a ação (call-to-action não cessava antes do game pausar), isso dava o efeito sluggish de PES 2014.

Foi corrigido? Mesmo? Não totalmente. Há momentos que o jogo perde velocidade. Mais uma vez? Não é de PES 2018 que espero uma revolução, ou um game pau a pau com FIFA. Mas é hora de parar com um hype que não vai se sustentar quando o game chegar.

Online continuará uma merda, e a tal revolução que daria a Master League e outros game modes um visual, uma interface ultramoderna – ficou só na promessa. Tudo não passa de uma cópia barata da interface da Premier League 2016-17.

Também explica-se essa limitação: ou se refaz do zero, ou é pura pincelada de HTML5.

Goleiros continuam fracos

Sim, bolas chutadas fortes (ou nem tanto) e rasteiras passam TODAS. Assim como chute cruzados. Em termos de gameplay, PES 2018 não acrescenta nada em relação a PES 2017, e dizer pra mim que o Maradona do trailer aí acima não é um mix de CGI via Maya Studio — é tirar sarro de quem alguma vez na vida já viu potentes ferramentas de edição de mídia.

Voltando ao vídeo, veja o gol do Messi no minuto 2:35. Bola sendo desviada ou não, os chutes cruzados são letais. O mesmo no gol do BVB aos 2:48… bola cruzada, é gol.

Notem, todos os gols da demo são replays de gols que rolaram durante a temporada. Não é gameplay puro e sim CGI, e é desonesto dizer ao fã que aquilo não tem edição de terceiros.

Isso me incomoda? Nem um pouco, isso é a KONAMI atual. Como já disse e repeti por aqui, vou jogar PES 2018 por não saber como será daqui em diante. Por mais que esse triênio Tripletta tenha jogado a franquia num total descrédito, PES supera FIFA nos gráficos mais bonitos, menos repetitivos, mais objetivos. Falta a imersão pós-pré-jogos.

Pena que não haja ninguém com moral hoje no PES Team para chegar junto aos japas e dizer: olha, essa merda aqui? Os fãs ligam, os fãs gostam, os fãs querem, os fãs precisam.

Eu ligo pra redes, eu ligo pra um construtor de estádios. Eu ligo para narração/conteúdo off-pitch. Eu ligo para um PES formato PES CLUB Manager… uma mistura do game dentro das linhas com uma espécie de SimCity BuildIt — pois esse é o futuro.

Pois se em Real Racing 3 DELUXE poderemos criar pistas adicionando backgrounds upados pela gente, por que raios não é possível numa engine rodando no PS4 ou no XBOX One?

#PerguntaNoPostoIpiranga

14 comments

  1. Mano…não entendi esses preços dos ingressos no Bernabeu..
    Em 02/04/17 estive lá pra assistir real X alaves pela La Liga…
    Paguei 45 euros cada, setor norte terceiro anfiteatro…visão 100% liberada e muito confortável !

    1. Bernabeu só vi do lado de fora, não entrei, nunca vi jogo lá. A informação é do pessoal da FOX que fez o último El Classico e citou pontos cegos. É um estádio antigo, compreensível.

      No San Siro é horrível. No anel superior próximo a junção da lateral e linhas de fundo você não enxerga a bandeira de escanteio. Parece estar olhando de uma sacada tentando ver os andares de baixo.

  2. Se estás mal me faz um favor e para os outros fans do PC.
    Vai crackear o Denuvo este ano e é isso que dás valor aos fans desesperados para melhor!

    1. Se todo mundo achar que essa porcaria ta boa, sempre vai ficar ruim, e assim nós os trouxão vamos pagar pela mesma coisa com menus diferentes e times “atualizados” que nem nome tem direito kkk

      Então apoie ele, que ele faz mais por nos que mto bobão por ai

  3. PAULO…e o trailer do Fifa? onde todo mundou soube que aquilo foi feito em CGI?
    a gameplay do FIFA 18 nao tem nada a ver com o trailer. Os comentários a respeito da gameplay do Fifa são horríveis, é só olhar!!!! CGI foi feita no trailer do FIFA.

    1. Trailer do FIFA foi copy/paste do video da KONAMI, e ainda se acham um jogão. Com aqueles gráficos de cera e tão bronzeado parece o jogo the walking of the dead the videogame. HAHAHA!

  4. Nunca vai existir um jogo de futebol REAL. Isso que temos hoje e teremos amanhã será uma imitação mal feita com atletas super preparados fisicamente que correm os 90 minutos sem CANSAR

  5. Puta que pariu! Um cara que tem o nome da pagina de PES, não testou a demo, viu só no olho, vem falar que os goleiros estão ruins (não deve ter jogado o PES17) fala que a movimentação ta robotica e outros mi…mi…mi…
    Deduzindo, tu jogo FIFA, e é um fanboyola! Criou a pagina pra falar mal do jogo “rival”. Me diz o que tem e bom no fifa? Novidades? Ah não deixa é mais do mesmo, com o The Journey parte dois e a galera pira.
    Não consegui ler tudo teu poste, pois ta uma merda só, e só quem consegue ler coisas assim são fanboyolas de fifa.
    Eu não sou de PES, apesar de eu meio que ta defendendo o jogo que eu jogo mais. (É eu jogo mais PES, mas também tenho fifa, e jogo ele)
    Só não aguento ver fanboyolas falando merda, sem analisar a fundo, sem testar a demo.
    E o pior me indicaram pra ler essa matéria nesse blog, me arrependo da hora que cliquei no link pra pra vir pra essa joça!

    1. Cara matéria sensacional. Venho falando isso ha muito tempo com meus amigos. Que são fãs da série desde o Wining Eleven 3 do play1. Desde o PES14 o jogo não flui, há travamentos durante o jogo, delay nos comandos… por exemplo se a bola vem no alto pro jogador e voce tenta sair rápido pro jogo, muitas vezes o jogo demora uns 2 segundos pra executar o proximo comando, e isso num console como PS4 é inaceitável, essa FOX engine não serve pra futebol. Vão ter que criar uma engine propria para o game. Mas duvido muito que a Konami invista em algo assim. Perdeu a principal equipe de desenvolvimento a equipe do Hideo Kojima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *